sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Um desabafo...

Olá pessoinhas, vamos falar de Freebies? Vamos! Mas Thais, eu não sei bem o que é um Freebie... Certo, um Freebie é algo que você ganha, gratuitamente! Não existe bem uma tradução para a palavra, mas seria algo como um brinde... Geralmente é comum em blogs como o meu, ser distribuído algum arquivo digital de forma gratuita, para uso pessoal leia-se não deve ser vendido sob nenhuma circunstância, para dividirmos coisas boas com vocês leitores! Algo que fizemos com muito amor e carinho para que vocês possam ter essas fofuras de maneira acessível! Por que gostamos de dividir com nossos leitores as nossas felicidades, e poder dividir um simples arquivo digital feito com amor e carinho é dividir um pouco da nossa felicidade com vocês!



Pois bem, por que estou falando isto? Além dos blogs que leio com frequência, eu também participo de alguns grupos no facebook onde, assim como eu, as pessoas gostam de dividir estes Freebies, onde muitas vezes são lojinhas que estão fornecendo um arquivo de incentivo para demonstrar que são trabalhos de qualidade! Mas sabe o que eu tenho visto ocorrer muito ultimamente? Algumas pessoas tem a brilhante ideia de VENDER estes arquivos! Mesmo tendo a regra clara da pessoa que distribuiu que aquele arquivo era para uso pessoal, não comercial! Além de ser extremamente errado, poderia ser considerado um crime, pois é uso indevido de imagens e/ou propriedade intelectual, né? Advogados de plantão me corrijam se eu estiver errada!

Como eu disse acima, eu também faço Freebies e deixo aqui no blog pra vocês se divertirem e não acharia nada legal achar um dos meus Freebies sendo vendido por ai... Se fosse pra vender, eu mesma faria isto! Não tente lucrar em cima do trabalho de outros artistas, fica muito feio quando te pegarem em flagrante! Ah, mas se esta na internet é livre para ser usado! Não é, não! Eu não saio por ai distribuindo minhas ideias esperando que alguém as utilize de melhor maneira do que eu utilizaria! Eu quero é dividir felicidade, amor, coisas boas! Então me entristece demais ver alguém vendendo algo, sendo que aquilo foi doado com todo amor e carinho, desestimula quem criou a criar novos Freebies no futuro, pois a pessoa sabe que terá alguém só aguardando para "passar a perna"...

E sabe o que é mais dolorido ainda em alguns casos? Quando a pessoa utiliza o seu trabalho, e da aquela leve modificada, por exemplo, tirando seus créditos ou sua assinatura... Pois já vi muita gente ai, pegando imagens de desenhistas em páginas do facebook e tentando vender como se fossem suas!

Então pessoinhas amadas do meu coração, sempre siga aquela ideia de: Não faça aos outros o que não quer para si! Pense, se fosse o seu trabalho ali, sendo vendido sem o seu consentimento, você iria gostar?


segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Liberdade



Queria ser livre, para falar, sem medo do que virá a seguir, agir, sem precisar me preocupar com as consequências, viver, sem pensar em cada passo que dou adiante... Por diversas vezes fico presa, pelo que vão dizer, pelo que vão pensar das minhas ações e a grande maioria dessas vezes não vou adiante com meus pensamentos... Muitas vezes nos prendemos pelo medo do julgamento, do que dirão pelas nossas ações e atitudes, sendo assim nos deixamos ser derrubados sem nem mesmo tentar para no fim pelo menos poder dizer: Eu tentei! Estamos presos as nossas próprias correntes, de medo e tormento, de atitudes fracassadas antes mesmo de saírem "do papel", deixamos nossa imaginação ser castrada e não a alimentamos como deveríamos, este é um dos MEUS maiores pecados!

Quando eu era mais nova, lá nos meus 15 anos, eu amava desenhar, era uma das coisas que eu passava mais tempo fazendo, por vezes horas e horas... Aula de artes era uma das minhas preferidas na escola! Mas um dia tudo mudou, por que eu conheci alguém que em meu julgamento, desenhava muito melhor que eu e ao invés de tentar melhorar eu simplesmente baixei o lápis, por assim dizer, deixei de fazer algo que eu amava demais por pensar que outras pessoas não iriam falar bem dos meus talentos como desenhista...

Mais tarde quando eu estava com 18 anos, adorava cantar, em algum momento alguém disse que minha voz era linda e que faria sucesso em algum lugar do mundo, mas bastou uma pessoa dizer que minha voz era horrível e que eu estava fazendo aquilo de maneira errada que eu me calei, nunca fui atras do sonho de liberar minha voz pro mundo e ainda hoje quando alguém me ouve cantar fica espantado dizendo que nunca pensou que eu pudesse ter uma voz assim para canto, mas eu me calo, pelo medo de ser rejeitada, de virar piada, medo do julgamento!

Hoje eu trabalho com arte gráfica e me viro como posso, mas nem sempre saio por ai mostrando meus trabalhos e dizendo o que faço, justamente por estas correntes que me prendem ao julgamento, o qual eu mesma deixo cair sobre mim, mas que afinal, são as pessoas que me julgam? Ou sou eu que complico, me auto julgando incapaz?

Pare um pouco pense e analise sua vida, será que nosso querer de liberdade, quem nos prende são os outros? Ou nós mesmos? As pessoas são malvadas e algumas poderão fazer de tudo para te derrubar, mas nunca seja refém de seus próprios pensamentos, liberte-se, deixe fluir, de asas a sua imaginação, seja quem você quer ser e não o que você pensa que as pessoas esperam que você seja! Não seja um robozinho, aja por impulso as vezes, faça aquilo que te faça FELIZ! Viva o máximo que puder como se cada momento fosse único, pois afinal, ele É ÚNICO! Tente não se arrepender de algo que fez, pense nisso como um lembrete para no futuro fazer diferente... E acima de tudo, siga a vida de maneira leve, não seja duro consigo mesmo, pare, respire fundo que no fim tudo dará certo!